domingo, 21 de abril de 2013

Brasil Estado Laico ou Teocrático

Existe no Governo Federal brasileiro, a predominância da religião sobre o governo ou vice-versa. O poder da religião sobre o poder político, provocando certa confusão pelos governantes civis que entreguistas, comandaram nos últimos 30 anos o  Brasil sem  habilidade diplomática suficiente para lidarem com tal situação(01).

Resultado de imagem para Os Sete Vales- O documento sobre Bahá'u'lláh entregue a FHCResultado de imagem para Os Sete Vales- O documento sobre Bahá'u'lláh entregue a FHC
“29 Outubro 2002  Os Sete Vales entregue a Lula- O documento sobre Bahá'u'lláh - A comunidade baha’i está estabelecida no Brasil desde 1921, ela pisou em terras tupiniquins através de Leonora Amstrong, a sua principal área de trabalho estava relacionada aos direitos das mulheres e outros projetos sociais, mas o projeto do governo mundial começou a ser implantado somente depois do dia 11/09/2001; - O governo de direita de FHC com Washington Araujo Iradj Eghari e Washington Araújo ( duas personalidades com grande influência no conselho da ONU). :

No Brasil  observamos  em todos os órgãos governamentais, uma confusão grande, sempre aliada a desobediência parlamentar, com relação a situação democrática do Brasil como país LAICO. Os líderes "crentes" camufladamente representando a oligarquia sionista internacional, promovem, aplaudem a Fé Bahá’ is, no parlamento, agindo como se o Brasil  pertence a um Estado Teocrático(02).
Por que os bahá'ís? essa religião permanece  desconhecida de grande parte da população em mundial.       Techeste Ahderom, o principal representante da Comunidade Internacional Bahá'í junto à ONU, fez seu discurso de abertura como co-presidente do Fórum do Milênio. Mas... com Ahderom na chefia do Fórum do Milênio da ONU, e com o suporte administrativo direto do Comitê Executivo do Fórum,!! fui forçado a fazer uma simples, porém importante pergunta: por que os bahá'ís? independente que você possa pensar sobre o catolicismo romano, não se pode negar a influência que essa poderosa instituição exerce nas questões internacionais. Mas, e a Fé Bahá'í? seu envolvimento nos assuntos da governança global é inegável, com um histórico que pode ser rastreado até o nascimento da Organização das Nações Unidas. Mesmo assim, os comentaristas políticos e pesquisadores rotineiramente negligenciam essa organização religiosa.

As pessoas estão sendo manipuladas pela ONU (através de suas mais variadas agências de manipulação e pela mídia) durante tanto tempo, que já estão condicionas a acreditarem que realmente não existe uma verdade absoluta. 

Esse é um outro objetivo muito importante; desmascarar a mídia global. 

Com o fim da segunda guerra, aconteceu a partilha de Israel pela ONU (1947 e 1948), Shoghi Effendi participou das negociações com o recém formado governo. A partilha da Terra Santa foi distribuída da seguinte forma: um território palestino, um estado judeu e a fé Baha´’i recebeu o Monte Carmelo como prêmio. Com a ajuda de doações via Unesco, a fé Bahai´i  investe no monte Carmelo, constrói os santuários Bahá’is e a Casa Universal de Justiça que por sua vez controla todas as agências da ONU através de representantes da comunidade mundial Bahá’i no ECOSOC – (Conselho Econômico e Social da ONU), o segundo órgão mais importante da ONU após o Conselho de Segurança. Agora é só implantar o plano de governo em cada país via ONU. A Casa Universal de Justiça CUJ é o poder legislativo provisório do governo mundial na ONU, os nove homens que acham que tem o direito de decidir o destino de nossas vidas. é no Oriente Médio que a religião Bahá'í está especialmente focada.
Casa Universal da Justiça CUJ
O Vaticano demorou muito para tentar colocar ordem na doutrina católica, no Vaticano, punir os padres pedófilos, e outros desmandos. Por que usam tanto mistério sobre o assunto religioso quando sabemos que o que eles querem é o "controle das massas".

Tanto o bolchevismo e a força política conhecida como sionismo, têm raízes comuns  que não são amplamente conhecidos. Ambos foram criados pelos interesses de Rothschild,  cujo apoio foi também responsável pela ascensão meteórica para a riqueza de John D.  Rockefeller, Sr., um século atrás[5]. 


Bolchevismo e o sionismo também comuns  raízes históricas no assim chamado "Reino dos Judeus" de mil anos atrás. Este reino estava situado no que é hoje o sul da Rússia, entre o mar negro  Seas e Cáspio. Ela consistia de um povo conhecido como os khazares(3) de origem mongol-turco cujo líder adotou oficialmente o judaísmo como o estado religião.  as forças cristãs do príncipe Vladimir Rússia e Bizâncio combinaram-se para atacar o Khazar "Reino dos judeus",  assim chamado, e destrói totalmente a ele. Os khazares "judeus" foram expulsos de sua  terra natal, entre os mares, muitos deles na Europa Oriental. Lá, eles  se misturaram, até certo ponto com os judeus da diáspora da Palestina, mas  levaram com eles uma herança peculiar. Era uma herança de ódio amargo para com o cristianismo em geral, e para os cristãos russos em particular[5]. 

Assim, os Jesuítas e Cavaleiros de Malta levaram a dinastia Romanoff  Família Real para fora, fingiram a sua morte, e depois de terem tirado os Czrs, a Igreja Ortodoxa já não tinha um protetor poderia ser destruída e junto seus membros.

Com suas raízes comuns e básicos comuns  objetivos, os bolcheviques e os sionistas trabalham juntos de mãos dadas. O regime sionista radical no poder  a partir de 1977 é liderado por homens que eram terroristas na década de 1940. Hoje, eles atuam como chefes de terceiro mundo e a mais poderosa potência militar, eles continuam a praticar o terrorismo, mas em uma  escala maior. 

As advertências publicadas em 1919 por uma galáxia de proeminentes anti-sionistas judeus americanos foram cumpridas na história sangrenta no decorrer dos anos. Política, economia e relações internacionais (incluindo guerra) são constantemente utilizados por essas facções de poder mundial, que lutam um com o outro. Manipulações econômicas, manobras de inteligência secretas e uma proliferação variedade de armas secretas são características desta luta. Mas, a luta fundamental é espiritual.



A Ordem mundial dos Rockefeller

Os jesuítas foram os protagonistas centrais da inquisição e suspeitos de muitas conspirações ao longo da história. Eles são a força intelectual por detrás dos misterios e indiscutivelmente, a vanguarda intelectual do Vaticano nos últimos séculos.

·                     Os blocos econômicos supervisionados pelo CFR dos Rockefeller visam apenas escravizar os  países subdesenvolvidos para que produzam as necessidades dos países pertencentes a comissão trilateral. Por exemplo:  O G8 formado pelo Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Rússia, o Reino Unido e os Estados Unidos tem como objetivo financiar e explorar os países do G5 formado pela África do Sul, Brasil, China, Índia e México. Logo após a reunião, os líderes imperialistas do G8 anunciaram publicamente o financiamento em suas colônias  do G5:

A Ordem mundial de Rockefeller é mais conhecida na internet como a Ordem Illuminati sio-nazista.
Ela tem como parlamento mundial o Clube Bilderberg. É desse local que os governantes da terra, a mídia globalista, banqueiros e muitos outros se reúnem para maquinar seus projetos, os Rockefeller criaram a Comissão Trilateral, o CFR, que lhe dá suporte na política externa.
Além dos bloquinhos, os Rockfeller também conta com as ONGS, o objetivo delas é provocar a instabilidade e anarquia em vários países para que o Clube Bilderberg apresente as suas soluções.
O sionista Sr. Nelson Rockfeller, o multi-milionário globalista e maçon,         foi capaz de fornecer enormes quantias de fundos para espalhar o Protestantismo na América Latina, publicou uma reportagem sobre a América Latina em 1969/1970. Nessa reportagem Rockfeller diz que na América Latina a Igreja Católica NÃO era uma aliada – e que  promoveria  várias seitas Evangélicas não-Católicas na América Latina.  
 

A maçonaria, sociedade secreta que preserva entre si princípios de fraternidade, está maior e mais popular no meio evangélico. Para traçar novas metas e objetivos foi realizado no mês de agosto/11 o Primeiro Encontro de Evangélicos Maçons do Rio de Janeiro.

Portanto, essas duas informações indicam que a América Latina foi alvo de uma campanha agressiva, organizada e rica do proselitismo Protestante para enfraquecer a Igreja Católica.


Por detrás do projeto, está o Conselho Mundial de Igrejas (CMI), órgão que, sob a fachada da integração religiosa, oculta as altas funções que executa como integrante das redes mais intervencionistas do aparato de inteligência anglo-americano.
 
 O CMI tem financiado e promovido diversas iniciativas contra o desenvolvimento e a soberania dos Países sempre em desenvolvimento, com ênfase nas questões agrárias, ambientais e indigenistas, além de ser um dos principais promotores das campanhas de desarmamento civil. Entre as organizações não-governamentais (ONGs) que recebem o seu apoio direto, destacam-se o Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST), Via Campesina, Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), Conselho Indigenista Missionário (CIMI) e Instituto Socioambiental (ISA). Praticamente cada grande projeto de infraestrutura e logística implementado no País, nas últimas décadas, tem se defrontado direta ou indiretamente com uma ação do CMI.
Em linhas gerais, pode-se afirmar que o CMI está engajado em uma autêntica "guerra de quarta geração" contra o Estado nacional brasileiro, manipulando setores de sua própria sociedade contra os seus próprios interesses. O tema dos direitos humanos vem sendo instrumentalizado contra o Brasil desde a década de 1970, no governo de Jimmy Carter, que o utilizou como parte da estratégia para  anular o Acordo Nuclear Brasil-Alemanha. 

Ricardo StuckertSeus principais coadjuvantes: o cardeal Arns e o rabino Sobel (aquele que rouba gravata) e com vínculos políticos nos EUA.

O Padre John Harden, um teólogo  americano, conta que em 1957, participava de um encontro do CMI -Conselho Mundial de Igrejas - em um cargo oficial para o Vaticano. Nessa reunião, as lideranças do Conselho Mundial de Igrejas CMI incitavam os missionários Protestantes a focar agressivamente a América do Sul com uma campanha de proselitismo a fim de aumentar as conversões. O CMI estava ciente de que a América do Sul era predominantemente Católica, e o objetivo do CMI era romper a força da Igreja Católica na América Latina.

A fé Bahá’i prega tanto a igualdade entre homens e mulheres, mas não possui nenhuma mulher no poder supremo do governo. Dessa forma podemos ver como esse governo mundial está sendo construído totalmente com mentiras. 
 o bahaismo está acima de todas as demais seitas orquestrando os eventos da Nova Ordem Mundial. Ele é representado pelos nove desconhecidos que são os membros da Casa Universal de Justiça e Guardiania localizadas na cidade de Haifa.

ELITE GLOBAL, NOM (Nova Ordem Mundial) E O FUTURO LÍDER GLOBAL:
EXISTEM TRÊS CIDADES-ESTADO NO MUNDO PERTENCENTE Á ELITE MUNDIAL QUE TRABALHA EM PROL DA IMPLANTAÇÃO DE UM EXECUTIVO MUNDIAL.
Estas três cidades são:
-CIDADE DO VATICANO, EM ROMA
-WASHINGTON GEORGETOWN

-LONDRES CITY (OU LONDRES INTERIOR), NA INGLATERRA.

Estas três cidades representam os Três Poderes do futuro Líder Global, que a elite planeja colocar no comando do poder executivo mundial brevemente.


O VATICANO REPRESENTA O PODER RELIGIOSO – Todas as religiões unificadas conforme proposta do próprio Vaticano. "CONTROLE DAS MASSAS"

O campus da Georgetown University
WASHINGTON GEORGETOWN REPRESENTA O PODER MILITAR – 


Resultado de imagem para barão James de Rothschild
barão James de Rothschild
LONDRES REPRESENTA O PODER ECONÔMICO. Que o diga a familia Rothschild e a realeza britânica, e a riqueza "do Brasil"
A maioria dos humanos não está consciente de que são os próprios seres humanos é que têm o poder de mudar a sua vida, e eles assumem que as coisas nunca irão mudar. É por isso que por milhares de anos, bilhões de pessoas na Terra vivem em sofrimento.
Fonte:
03 O país dos khazares, um povo de estoque turco , ocupava uma posição estratégica chave na porta de entrada vital entre o Mar Negro e do Mar Cáspio, agiu como um tampão protegendo Bizâncio contra invasões pelas tribos bárbaras luxuriosos das estepes do norte - búlgaros , magiares , pechenegues , etc - e, depois, os Vikings e os Russos . A grande maioria dos judeus sobreviventes no mundo é do Leste Europeu - e, assim, talvez, principalmente, de Khazar -. origem Se assim for, isso significa que os seus antepassados ​​não vieram do Jordão, mas do Volga, não de Canaã, mas do Cáucaso, uma vez que se acredita ser o berço da raça ariana, e que geneticamente estão mais estreitamente relacionados às tribos Hun, Uigur e magiares do que a descendência de AbRaão, Isaque e Jacó.  Se isso vir a ser o caso, então o termo " anti-semitismo "se tornaria vazio de significado, baseado em um equívoco compartilhada por ambos os assassinos e suas vítimas. A história do Império Khazar, como ela lentamente surge do passado, começa a se parecer com a brincadeira mais cruel que a história já perpetrado. Arthur Koestler (judeu) 
04 - http://bahai.uga.edu/2002/021030.html
-http://thenakedtruthinaconfusedworld.blogspot.com.br/2010/11/arthur-koestler-thirteenth-tribe-part-1.html
-http://midiaglobal-2012.blogspot.com.br/2011/05/conhecendo-nova-ordem-economica-global.html
-http://mudancaedivergencia.blogspot.com.br/2013/08/holocausto-russo-concurso-financeiro-em.html
-https://osbastidoresdoplaneta.wordpress.com/tag/bahai-faith/
-Autor: Carl Teichrib, artigo original em http://www.forcingchange.org, Edição 2, Volume 1.
Data da publicação: 28/5/2011 - Transferido para área pública em 11/9/2012
A Espada do Espíritohttp://www.espada.eti.br/bahai.asp
05 - http://mudancaedivergencia.blogspot.com.br/2012/07/khazar-and-ashkenazim-jews.html
06-http://mudancaedivergencia.blogspot.com.br/2017/01/jesuitas-de-georgetown-clinton-e-os.html

3 comentários:

Marilda Oliveira disse...

O MST e a Via Campesina, que invadem propriedades privadas e praticam atos de terrorismos, foram convidados há alguns dias pela Academia Pontifícia de Ciências do Vaticano para um seminário, tendo recebido apoio de setores eclesiásticos, incluindo uma vídeo-mensagem que dizia “sigam adiante”.

O que será que aconteceu? Um engano? Uma falta de informação? Um passo decisivo da infiltração comunista nos meios católicos? Isto tudo, vem de encontro, com o texto acima:
http://ipco.org.br/ipco/noticias/comunistas-no-vaticano#.Uw4bW_ldVU8
http://www.paznocampo.org.br/destaques/Reverente_e_Filial_Mensagem.pdf

Marilda Oliveira disse...

Chegava a 21 o número de fazendas invadidas por grupos de sem-terra no 'Carnaval vermelho' da Frente Nacional de Lutas (FNL) no oeste do Estado de São Paulo até a tarde deste domingo (2). As ocupações ocorreram nas regiões do Pontal do Paranapanema, Alta Paulista e Noroeste do Estado desde a madrugada de sábado.
A mobilização, articulada por José Rainha Júnior, do MST da Base, dissidência do Movimentar dos Sem-Terra (MST), cobra a retomada da reforma agrária na região. Proprietários das fazendas Guarani e Bela Vista, em Presidente Bernardes, no Pontal, conseguiram na Justiça ordens de despejo contra os sem-terra, mas as lideranças ainda não tinham sido notificadas.
Além do MST da Base, integram a frente o Movimento dos Agricultores Sem-Terra (Mast) e sindicatos ligados à Confederação Nacional dos Agricultores Familiares e Empreendedores Rurais (Conafer).
http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/140863_CARNAVAL+VERMELHO+TEM+21+FAZENDAS+INVADIDAS+EM+SP

Marilda Oliveira disse...

João Pedro Stedile encarna a subversão e a violência agrária
Capa da revista VEJA, 3-6-1998 "A esquerda com raiva"

O mundo moderno está órfão.

Estava eu nestas cogitações sobre a orfandade, a paternidade e a filialidade, quando chega às minhas mãos a mensagem do príncipe Dom Bertrand de Orleans e Bragança ao Papa Francisco. E que vejo? Um magnífico exemplo de filialidade numa situação delicada, pois se tratava de apontar alguns fatos, em que o Pontífice estava mal informado.(?)

Os fatos que o príncipe menciona são estarrecedores.

http://esta-acontecendo.blogspot.com.br/2014/03/carta-reverente-de-um-principe.html