sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

WWF ONG Britânica no ataque Yanomani contra Soberania Brasileira

Presidente Fernando Collor de Melo: O grande entreguista



Word Wildlife Fund (WWF)




E os Banqueiros Internacionais 1990–
James Goldsmith e o Grupo Rothschild financiam a ONG britânica Survival Internacional da WWF, na campanha pela demarcação da Nação Ianomami.


O ataque da oligarquia britânica está em marcha em todas as frentes:
 Está-se apoderando de bancos, minas, estatais estratégicas, mobilizando narco-terroristas, e no Brasil, controlando o MST, para destruir todos os aspectos da vida institucional nacional.
Atacam as fronteiras físicas brasileiras com apoio dos defensores do meio ambiente.
A Inglaterra é o cérebro do Poder Mundial. E os EUA, os Músculos.
 23/fev/98 (AER) – No Alerta Científico e Ambiental, informamos que o Grupo de Trabalho Amazônico (GTA) - enlace oficioso do PPG-7 no Brasil - não passa de uma "costela" da ONG Friends of the Earth (Amigos da Terra), cujo perfil resumido apresentamos a seguir(01).
Para a constituição da Survival International, os recursos financeiros necessários foram conseguidos através da Word Wildlife Fund (WWF), na pessoa de seu presidente Sir Peter Scott, que, naquela época, comandava outra entidade importante da estrutura burocrática inglesa, a Sociedade para a Preservação da Fauna e da Flora, cujo objetivo era a manutenção dos privilégios imperiais britânicos travestidos de conservação da natureza, sobretudo através da ampliação de parques nacionais, estendidos a todos os continentes.
Outra fonte financeira da citada organização foi o irmão de Edward Goldsmith, o magnata James Goldsmith que, juntamente com os seus primos da família Rothschild, é um dos principais patrocinadores do movimento ambientalista mundial.
É importante enfatizar que a Survival International foi concebida para ser um braço indigenista da WWF, e que da sua criação até a edição do decreto de Fernando Collor, em 1991,


Abr 1991– Principe Charles: Promoveu um seminário a bordo do seu iate Britannia, no rio Amazônas, com a presença do Pres Collor, do Min Lutzenberger e autoridades britânicas.
O assunto: A Reserva Ianomâmi, etnia inventada por antropólogos da WWF
1990 – Governo Collor: “adota uma política neoliberalizante que se manteve inalterada até a presente data, no sentido de retirar da Amazônia, a prioridade de que gozava desde os anos 70”.
1990 – George Bush, então presidente dos EUA: em carta ao então presidente Collor, “exigiu que a área dos Ianomâmis fosse demarcada. Também exigiu o entupimento do poço do Cachimbo, onde no futuro o Brasil poderia fazer experiências nucleares”. 
1991 – Com a Portaria 580 de 15 Nov 91 do  Ministro da Justiça Jarbas Passarinho, o Presidente Collor cria a área Ianomami com 9,4 milhões de hectares.
Não foram ouvidos o Conselho de Defesa Nacional, os Ministros Militares nem os Governos da Região.
Gov da Venezuela faz o mesmo com 8,3 milhões de hectares.
Nação Ianomami com 17,7 milhões de hectares.

Vejam o que disse o Sertanista Villas Boas
 olhos gulosos nas riquezas brasileiras



01 - http://amazoniaimortaisguerreiros.blogspot.com.br/2008/10/amaznia-cobiada-e-ameaada.htm
A princesa Diana e Jemima Khan eram irmãs. Sim, essa é a notíciaque circula por toda a Austrália com a "revelação" na revista New Idea esta semana que as duas mulheres foram gerados pelo fanfarrão magnata Sir James Goldsmith. Tudo em família Rothschild!

http://www.dailymail.co.uk/tvshowbiz/article-315244/Were-Diana-Jemima-sisters.html

Um comentário:

Célia Barcellos disse...

Olá, não sei como não cheguei aqui antes. Coisas do Google.

Adicionei seu blog ao www.blogdlinks.blogspot.com

Abs,
Celia